Arquivo | julho 2014

Sabedoria: doce para a alma!

Alguns amigos nossos foram a Minas Gerais e de presente nos trouxeram mel. Meu pai, apreciador desta delícia, gostou muito!

O mel é apontado como um dos alimentos que mais rapidamente se transforma em energia em nosso corpo. Assim, ele é não somente doce, mas também é saudável.

E as Escrituras já apontavam estas duas características deste delicioso alimento.

É dito em Provérbios 24.13: “Filho meu, saboreia o mel, porque é saudável, e o favo, porque é doce ao teu paladar.”

Mas as Escrituras vão além de somente descrever o mel. Elas o comparam à sabedoria! Não é incrível?

“Então, sabe que assim é a sabedoria para a tua alma; se a achares, haverá bom futuro, e não será frustrada a tua esperança.” Provérbios 24.14

Busquemos a sabedoria, ela será doce para alma e benção para as nossas vidas!mel

Somos peregrinas. Mas, vivemos como peregrinas?

Estes dias encontrei com uma amiga. Ela estava retornando do trabalho depois de um dia cheio e havia pegado um trem lotado de passageiros. Ela estava exausta. E assim, ela mesma começou a refletir sobre a real necessidade de encarar todos os dias essa jornada. Juntas refletimos um pouco sobre as coisas que realmente valem a pena. Sobre aquilo que tem real importância para a eternidade. Ela foi embora…mas eu continuei meditando sobre o assunto. Então resolvi ler, pensar e escrever sobre o tema.

Somos peregrinas. Mas, vivemos como peregrinas?

De fato, como crentes em Cristo, não somos deste mundo. E se não somos daqui, não deveríamos nos deter com as coisas daqui, não é mesmo?

A Palavra de Deus nos alerta “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.” (Mateus 6.19-21)

E mais do que isso. A Bíblia também nos diz que não devemos estar inquietos nem mesmo quanto às necessidades mais básicas.

É dito: “…não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

É fato, que o trabalho é necessário. Não questionamos isto. Mas, “Tendo sustento e com que nos vestir, estejamos contentes” (I Timóteo 6.8).  Assim, não devemos estar apegados às coisas deste mundo. Ao contrário, devemos estar vigilantes, à espera da volta de Nosso Salvador Jesus Cristo.

A própria Escritura nos diz: “Sede vós semelhantes a homens que esperam pelo seu senhor, ao voltar ele das festas de casamento; para que quando vier e bater à porta, logo lha abram. Bem-aventurados aqueles servos a quem o senhor, quando vier, os encontrar vigilantes… (Lucas 12.36,37)

Somos peregrinas. Estamos neste mundo apenas de passagem. Vivamos pois como peregrinas! Vivamos como os heróis da fé citados no livro de Hebreus, que confessavam ser estrangeiros e peregrinos sobre a terra (Hebreus 11.13). Vivamos como Abraão, que “peregrinou na terra da promessa como em terra alheia… porque aguardava a cidade que tem fundamentos, da qual Deus é o arquiteto e edificador.” (Hebreus 11.9,10)

Marchemos para Sião! Lá o Senhor nos “enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram. (Apocalipse 21.4) E ainda: “Nunca mais haverá qualquer maldição. Nela, estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão, contemplarão a sua face… já não haverá noite, nem precisam eles de luz de candeia, nem da luz do sol, porque o Senhor Deus brilhará sobre eles, e reinarão pelos séculos dos séculos.” (Apocalipse 22.3-5)

Em breve estaremos no lar celestial! Prepare-se!

Beleza Verdadeira

No mundo de hoje, somos repetidamente levadas a pensar em nossa beleza exterior. Abrimos uma revista feminina e vemos corpos perfeitos e propagandas apelativas, assistimos aos comerciais e somos expostas ao mesmo tipo de apelo, andamos nas ruas e somos constantemente tentadas a adotar as tendências da moda. Na verdade, o Brasil é apontado como o país que mais gasta com produtos de beleza e estética. E isso confirma a preocupação atual das brasileiras com o seu exterior.

Mas a Palavra de Deus nos adverte: “A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e jóias de ouro ou roupas finas.” (I Pedro 3:3)

E as próprias Escrituras completam: Ao contrário, (a beleza de vocês) esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranqüilo, o que é de grande valor para Deus.” (I Pedro 3:4)

O restante deste trecho de I Pedro é maravilhoso e fala sobre as mulheres antigas que também se ataviaram desta vestimenta incorruptível, que é um espírito manso e tranquilo.

Temos uma escolha a fazer: sermos mulheres preocupadas com as tendências da moda e com os apelos da sociedade, agradando, assim, a nós mesmas e ao mundo, ou nos assemelharmos às mulheres antigas, procurando ter um espírito manso e tranquilo e desta forma agradarmos ao Nosso Deus.

A verdadeira beleza está em um espírito manso e tranquilo e isto sim é de grande valor para Deus! Sejamos mulheres belas aos olhos de Deus!

Suzana M. B. Garcia, em 09 de julho de 2014.

Felizes sempre!

como-ser-gentil-cordialidade-sorrisoVocê é uma pessoa contente, feliz?

Mas o que nos torna pessoas felizes?

Amigos? Uma boa faculdade? Um bom emprego? Um esposo? Uma família estruturada?

 

Talvez cada uma destas coisas possa nos dar uma aparente alegria, mas há uma única coisa que pode nos tornar verdadeiramente felizes!

 

Podemos ver isso através da vida de um homem: o apóstolo Paulo.

Quando a Bíblia o menciona pela primeira vez, ele ainda era um rapaz.

(Atos 758 – Atos 8:1)

E de acordo com os padrões da sociedade de sua época, ele era muito bem-sucedido! (Filipenses 3:5-6)

  • Circuncidado ao oitavo dia,
  • Da linhagem de Israel,
  • Da tribo de Benjamim,
  • Hebreu de hebreus;
  • Quanto à lei, fariseu,
  • Quanto ao zelo, perseguidor da igreja;
  • Quanto à justiça que há na lei, irrepreensível.

Era como se o apóstolo Paulo tivesse nascido em uma tradicional família de advogados, estudado na mais tradicional escola de Direito e ainda, se tornado um distinto oficial de justiça.

Bem-sucedido, não é? Do ponto de vista de Deus, não!

Ele tinha tudo o que um jovem poderia desejar, mas ele vivia em ira e perseguição. Saulo, como era o seu nome antes, perseguia os cristãos com uma ira assassina. Na verdade, ele perseguia o próprio Senhor Jesus Cristo.

Mas então um encontro acontece. Jesus o encontra!

Você pode procurar preencher sua vida com muitas coisas. Sempre achamos que vamos ser mais felizes se tivermos isso ou aquilo. Ou se isso ou aquilo acontecer. Mas se não tivermos Jesus, nunca teremos verdadeira alegria.

Paulo encontrou Jesus. E isso mudou a sua vida!

Agora podemos imaginar que Paulo passou a ter uma vida bem tranquila. Mas não foi bem assim, pelo contrário, muitas tribulações o esperavam. Ainda assim, ele pôde afirmar: “…porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez;”  Filipenses 4:11.12

Estar contente em toda e qualquer situação somente era possível para Paulo porque ela havia tido um encontro. Um encontro com Jesus.

E você? Já teve um encontro com Jesus? Jesus quer te dar vida e vida em abundância. Em João 4:13,  quando fala à mulher samaritana, Jesus promete que: “aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna.”

Somente em Jesus encontramos

senhora sorrindopaz completa e verdadeira alegria!

Crescendo nas dificuldades

NOSSO ANDAR DIÁRIO/NOSSO PÃO DIÁRIO

03/06/2014

Quando nos deparamos com momentos de desespero, podemos procurar lições espirituais dentro de nossas dificuldades — lições que podem nos ajudar a confiar naquele que faz todas as coisas cooperarem para o nosso bem e para a Sua glória (Romanos 8:28).

—JBS

Mulheres de Honra

Nestes últimos tempos tenho meditado sobre as mulheres da Bíblia. Algumas destas foram mulheres que honraram a Deus e que foram honradas por Ele. Posso pensar especialmente em três grandes exemplos de mulheres de honra: Rute, Ana e Ester.

Todas elas enfrentaram circunstâncias difíceis e que estavam fora de seu controle. Mas no meio de suas adversidades, buscaram a Deus e, sem saber, tornaram-se parte dos propósitos divinos para uma nação inteira.

Rute (Sua história encontra-se no livro de Rute)

Em sua humildade, conservou a sua honra, e mesmo sendo estrangeira, tornou-se bisavó do rei Davi e entrou para a linhagem do Senhor Jesus. Uma mulher virtuosa que experimentou a graça de Deus. 

Sua nora, Noemi, insistiu com ela para que a deixasse.“Disse, porém, Rute: Não me instes para que te deixe e me obrigue a não seguir-te; porque, aonde quer que fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus.” Rute 1:16

Ana (Sua história encontra-se no livro de I Samuel, capítulos 1 e 2)

Ao lidar com a difícil realidade da esterilidade e com uma rival que a provocava, Ana agiu com honra buscando ao Senhor nas aflições de seu coração. E Deus a honrou lhe concedendo um filho que seria consagrado ao Senhor e se tornaria um líder importante para o povo de Israel. Ana, como o significado de seu próprio nome diz, foi um maravilhoso exemplo de uma mulher cheia da graça de Deus.

“Então orou Ana e disse: O meu coração se regozija no Senhor, a minha força está exaltada no Senhor…” I Samuel 2:1

Ester (Sua história se encontra no livro de Ester)

Mesmo sendo descrita como bela e de boa aparência, não foi esta qualidade de Ester que mais a distinguiu, mas a sua coragem para buscar a Deus e para arriscar a sua vida e interceder por seu povo. Uma mulher de honra que alcançou não somente o favor do rei, mas o favor do Deus dos Exércitos, que agiu poderosamente, usando a sua vida e livrando o povo judeu da destruição.

“Então disse Ester que respondesse a Mordecai: Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim e não comais, nem bebais por três dias…Depois irei ter com o rei, ainda que é contra a lei; se perecer, pereci.” Ester 4:15,16

Você tem enfrentado circunstâncias difíceis em sua vida e que estão fora de seu controle? Escolha honrar a Deus como estas mulheres fizeram, pois embora os caminhos de Deus sejam mais altos do que os nossos e nem sempre possamos entendê-los, eles são sempre o melhor de Deus para nós! “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e o mais ele fará” Salmo 37:5

Suzana Mafei Bezerra Garcia, em 01/07/2014.